AnéisAnéis de NoivadoJoias e ConceitosPedras Preciosas

Conheça tudo sobre a esmeralda, a pedra do mês de maio

Por 03/05/2016 Sem comentários

A esmeralda é uma das pedras preciosas mais cobiçadas do mundo e faz parte de nossa história desde os primórdios da civilização. Com seu belo e profundo verde, a esmeralda se transformou na pedra do mês de maio, na gema do amor e símbolo para anéis de formatura de diversos cursos. Vamos, então, conhecer um pouquinho mais sobre essa gema capaz de criar joias incríveis.

1. A pedra do mês de maio

As birthstones ou pedras de aniversário são gemas que representam cada mês do ano. Essa é uma velha tradição, cuja origem se perde no tempo, uma vez que civilizações antigas já associavam pedras preciosas a determinados períodos do ano.

Atualmente, a esmeralda é a pedra que representa os nascidos no mês de maio. É um símbolo de renascimento e amor. Portanto, é o presente ideal para aniversariantes do mês, para o dia das mães e até para os futuros noivos que desejam fazer o pedido de casamento em maio!

Veja mais detalhes sobre esta joia em Anel de Noivado Oui II-Es

2. Anéis com esmeralda, uma ótima alternativa aos diamantes

Que tal escolher um anel de noivado que é tão exclusivo e único quanto o amor de vocês? Uma gema colorida como a esmeralda é, sem dúvida, uma grande alternativa aos tradicionais diamantes. Por quase 5000 anos seu verde vivo e profundo reinou, coroando as esmeraldas como a pedra preciosa mais desejada do mundo. Atualmente, ao lado da safira e do rubi, forma o grupo das “Big Three”, as três gemas coloridas mais admiradas.

Além da beleza peculiar, a esmeralda tem uma excelente vantagem: costuma ser um pouco mais acessível do que os diamantes, ou seja, em muitos casos, são menos caras do que os diamantes.

Veja os dois anéis a seguir, por exemplo.

anel-de-noivado-diamante-alianca

Anel de Noivado Oui II – R$4.080,00

anel-de-noivado-esmeralda-alianca

Anel de Noivado Oui II-Es – R$3.300,00

Esses dois modelos possuem exatamente o mesmo design, mas com uma pequena diferença: o primeiro possui um diamante como pedra central, enquanto o segundo tem uma esmeralda como gema principal.

Perceba a diferença de preço entre os dois anéis na data da publicação deste artigo (02-05-2016). Enquanto o valor do anel com diamante é R$4.080,00, o anel com esmeralda custa R$3.300,00.

Seguem mais alguns exemplos (valores na data da publicação deste artigo):

anel-de-noivado-diamante-uni

Anel de Noivado Uni II – R$4.920,00

anel-de-noivado-esmeralda-uni

Anel de Noivado Uni II-Es R$4.200,00

3. História – Esmeralda, a gema do amor

Desde o início do pensamento humano, a esmeralda é considerada uma das pedras mais preciosas e desejadas em diversas civilizações. O nome é derivado da palavra Smaragdos, que em grego significa pedra verde ou apenas verde. Na antiguidade, qualquer pedra esverdeada era denominada dessa forma, contudo, o tom profundo da gema fez com que a esmeralda fosse conhecida como a “deusa verde de todas as pedras”, na Grécia Antiga.

esmeralda-gravada-sancrito-talisma

Esmeralda Mogul de 210.80 ct do Reino do Imperador Aurangzeb com rezas islâmicas inscritas, Museu de Arte Islâmica do Catar – Foto: Harold and Erica Van Pelt – GIA

As primeiras esmeraldas foram descobertas há cerca de 5 mil anos, no Egito. Posteriormente, a região de onde eram extraídas as gemas, próxima ao Cairo, recebeu o nome de Minas de Cleópatra, em homenagem à lendária rainha conhecida por usar diversas esmeraldas como adornos em suas vestes. Os egípcios chamavam a esmeralda de Pedra do Amor e acreditavam que ela poderia trazer a fertilidade e a reencarnação. As múmias eram sepultadas com esmeraldas ao redor de seus pescoços com a esperança de que as gemas pudessem oferecer juventude eterna.

Neste período, as esmeraldas eram trocadas e vendidas na rota da seda e, provavelmente, nesta época, a pedra foi relacionada à saúde e proteção, já que alguns mantras eram inscritos em sânscrito nas gemas para servir de talismãs.

Os gregos associavam a gema à vitória em guerras e como um símbolo do amor eterno. Por essa razão, ela sempre foi muito ligada à Afrodite, a deusa do amor. Seguindo os mesmos passos, os romanos utilizavam a esmeralda para homenagear Vênus, a deusa equivalente à Afrodite no panteão grego. Durante o Império Romano, a pedra era bastante ligada à restauração da saúde dos olhos. Acredita-se que Nero, o tirânico imperador romano, usava lentes feitas de esmeraldas para proteger seus olhos enquanto observava os gladiadores batalhando.

joias-de-esmeraldas-pre-colombiana-incas

Joias pré-colombianas de esmeraldas. Museo del Banco de la Republica – Bogotá, Colômbia – Foto: Robert Weldon/GIA.

Embora a esmeralda tenha desempenhado um papel importante na história do Egito, Grécia e Roma, os mais belos exemplares da gema estavam abrigados em solo latino americano e só foram descobertos quando os espanhóis chegaram ao Novo Mundo, por volta do século XVI.

Nesta época, os Incas já usavam as esmeraldas como joias em cerimônias religiosas há mais de 500 anos. Segundo a lenda, eles possuíam um exemplar do tamanho de um ovo de avestruz, que acreditavam ser a encarnação da deusa Umina, que, assim como Afrodite, era considerada a deusa do amor. As gemas menores eram consideradas “filhas” de Umina e poderiam ser ofertadas como presentes à deusa por quem precisasse de uma ajudinha extra no campo amoroso.

Os espanhóis apreciavam mais os metais preciosos do que as gemas naturais. Isso fez com que os colonizadores espanhóis começassem a trocar as esmeraldas por ouro e prata com outros países. Essa troca disseminou a pedra no continente europeu e chamou a atenção da realeza europeia e asiática, o que deu à pedra um status de símbolo real.

relogio-de-esmeralda-cheapside-hoard

Relógio de bolso de esmeralda colombiana, circa 1600. Museu de Londres – Foto: Robert Weldon/GIA.

Hoje, a maior parte das esmeraldas são extraídas da Colômbia, Brasil e Zâmbia. Se antes eram símbolos da realeza, nos tempos modernos, as esmeraldas são muito associadas às celebridades e continuam entre as pedras preciosas mais cobiçadas do mundo. Na era dourada hollywoodiana, a gema conquistou Marlene Dietrich, que adorava broches e braceletes de esmeraldas. Um de seus braceletes contava com um exemplar de 97 quilates!

marlene-dietrich-bracelete-de-esmeralda

Elizabeth Taylor, conhecida pelas joias suntuosas, tinha uma bela coleção de colares e anéis com esmeraldas. Nos dias atuais, Angelina Jolie faz diversas aparições em tapetes vermelhos utilizando peças com a pedra, uma de suas gemas favoritas.

angelina-jolie-elizabeth-taylor-esmeralda-joias

4. Curiosidades místicas

A esmeralda é uma pedra preciosa rodeada por lendas e a história, em muitos casos, mistura-se a mitos. Até hoje, por exemplo, muitos acreditam que ela, além de ser a pedra do amor incondicional, também ajuda a equilibrar a mente e o corpo físico, diminuindo o materialismo e o apego excessivo.

Verdade ou não, muitas lendas e mitos populares atravessam gerações, resistindo ao teste do tempo.

esmeralda-ficha-tecnica

Imagem: Wikimedia Commons

  • Chakra – Atua no chakra cardíaco, relaxando-o e expandindo-o.
  • Signos – É a pedra regente do signo de Câncer e a gema regente dos planetas dos signos de Touro, Libra e Gêmeos.
  • Profissões – Por fomentar a inspiração, a oratória, o amor benevolente e a popularidade, a esmeralda é indicada para profissões como escritor, jardineiro, atleta, fazendeiro, fisioterapeuta, biólogo, veterinário, dançarino, biomédico, médico e advogado.
  • Indicação – Dar ânimo, energia, fortalecer a memória, o senso de coragem, fidelidade, compreensão e harmonia.
  • Exercício de relaxamento e renovação – Quando o corpo precisar de paz e de relaxamento, segure a pedra sob a luz e olhe fixamente para ela durante alguns minutos, até que a mente esteja saturada com essa cor. Em seguida, coloque a pedra sobre o colo e imagine a cor fluindo para todas as células, órgãos, músculos e tecidos do corpo.
  • Para muitos, a luz refletida pelas esmeraldas dá a impressão de que irradia energia terapêutica para mente e o espírito, ajudando na memória, oratória, afastando os receios e trazendo equilíbrio emocional ao portador.

5. A esmeralda nos anéis de formatura

Os anéis de formatura para os cursos da área das ciências biológicas costumam ter como pedra central uma esmeralda. De um modo geral, a cor verde está relacionada à natureza e a vida, representando a capacidade de superação e a força de vontade.

O verde também é relacionado à cura. Por essa razão, existe a crença que a esmeralda teria o poder de cura e restauração da saúde.

Os anéis de formatura dos seguintes cursos costumam trazer uma esmeralda: biomedicina, bioquímica, educação física, enfermagem, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina, medicina veterinária, nutrição, terapia ocupacional e zootecnia.

No Brasil, o anel de formatura é o presente tradicional dado pelos pais aos formandos. Ele geralmente possui um formato padrão, com o emblema da área do formando e, no centro, a pedra que representa o curso.

No entanto, muitas formandas têm demonstrado interesse em anéis de formatura mais delicados, com traços mais graciosos, que fogem do modelo padrão.

Veja abaixo algumas sugestões que costumam agradar este público:

anel-de-formatura-medicina-uni-princess-esmeralda-amarelo

Anel Uni Princess II-Es

anel-de-formatura-medicina-uni-esmeralda

Anel Uni II-Es

anel-de-formatura-verde-oui--esmeralda

Anel Oui II-Es

6. Fatos interessantes

Veja alguns fatos interessantes e curiosidades sobre a esmeralda:

  • No Brasil, elas foram descobertas em 1963. As principais jazidas são encontradas na Bahia, Goiás e Minas Gerais.
  • Napoleão Bonaparte ofereceu com presente de casamento à Marie Louise um conjunto de esmeraldas, incluindo uma tiara, um colar, um par de brincos e um pente.
  • Uma lenda diz que, se em uma relação, um dos parceiros for infiel, a esmeralda perde a cor.
  • As bodas de 40 anos de casamento são representadas pela esmeralda.
  • Por ter uma densidade mais baixa, uma esmeralda de 1 quilate parece maior do que um diamante do mesmo peso.
  • Segundo a maioria das lendas, a pedra deve ser usada no dedo mínimo, no dedo anular, sobre o coração ou no braço direito. Apesar da esmeralda ser muitas vezes combinada com outras pedras em joias, ela funciona melhor sozinha, a menos que seja combinada com diamantes, que intensificam sua energia.
  • As esmeraldas eram temidas pelos magos, que não conseguiam agir se uma pedra estivesse nas proximidades. Onde quer que as esmeraldas fossem guardadas, seu usuário seria protegido contra criaturas venenosas, possessões demoníaca e feitiços.
  • No século III, a esmeralda era usada no tratamento de vista cansada. Era comum encontrá-las em mesas de trabalho. O costume era pausar o trabalho de tempos em tempos e olhar para elas para aliviar o cansaço dos olhos.
  • Por volta do século XIII, os médicos hindus consideravam que a esmeralda tinha um efeito laxativo e, além de curar disenteria, diminuía a secreção da bile e estimulava o apetite.
  • Na primeira década do século XVII, a cura para a diarreia consistia em colocar uma pedra de esmeralda sobre o abdômen e outra na boca do enfermo.
  • As Esmeraldas eram usadas como antídotos para venenos.
  • Carregar uma esmeralda no pescoço era um dos tratamentos prescritos para a epilepsia.
  • Em 2015, o Brasil perdeu para FM Holdings, empresa Americana, a disputa por uma enorme esmeralda encontrada na Bahia. A pedra estava em litígio entre tesouro nacional brasileiro, garimpeiros baianos, compradores de pedras e sócios do FM Holdings sobre a sua propriedade.
  • A pedra “Duque de Devonshire” é uma das maiores esmeraldas brutas já encontradas, pesando cerca de 1,383.93 quilates. Dizem que pertenceu ao Imperador do Brasil, Dom Pedro I. Hoje, a esmeralda está em exposição no museu de história natural de Londres.

pedra-de-esmeralda-duque-de-Devonshire

Imagem: Devonshire Emerald

7. Origem

A jazidas mais importantes estão localizadas na Colômbia, entre elas a Mina de Muzo, próxima a Bogotá. Ela foi explorada pelos Incas e abandonada. Posteriormente, foi redescoberta no século XVII. Nessa mina, estão as esmeraldas mais preciosas do mundo. Outra jazida importante é a Mina de Chivor, também próxima a Bogotá. Assim como Muzo, foi explorada pelos Incas e posteriormente por colonizadores espanhóis.

esmeralda-bruta-mineradores-mina

Foto: Robert Weldon/GIA.

O Trapiche, um tipo raro de esmeralda, é encontrado unicamente em minas colombianas. Este tipo de esmeralda possui uma inclusão natural de carbono que divide a pedra em seis partes, deixando-a com um visual único.

esmeraldas-trapiche-colombiana

Esmeraldas Trapiche de Penãs Blancas. Foto: Robert Weldon/GIA.

No Brasil, existem diversas jazidas na Bahia, Goiás e Minas Gerais. Geralmente, as pedras encontradas por aqui são mais claras do que as colombianas, com uma tonalidade levemente mais verde-amarelada do que verde-azulada. Os exemplares brasileiros também possuem menos inclusões, característica que fizeram do Brasil um dos maiores exportadores de esmeralda do mundo.

Já no Zimbabue, é comum encontrar pedras menores, contudo, de boa qualidade. Também há local de extração nos Urais, na Rússia, porém, menos importante, já que as pedras extraídas dessa localidade são opacas e turvas. Outras jazidas estão localizadas em Gana, Zâmbia, Tanzânia, Índia, Paquistão, Afeganistão, Austrália e Estados Unidos. Hoje, as famosas Minas de Cleópatra só possuem valor histórico.

8. Composição e características

A esmeralda pertence à família do berilo, sendo considerada a mais nobre do seu grupo. Ela é formada por um processo hidrotermal associado ao magma e ao metamorfismo. Assim como outras gemas do grupo do berilo, elas ocorrem em pegmatitos graníticos e ocasionalmente são encontradas em micas e depósitos de calcário. Os melhores exemplares aparecem em formato de cristal hexagonal e, às vezes, podem ocorrer em tamanhos bastantes robustos.

As características físicas das esmeraldas, como a densidade e índice de refração, podem variar de acordo com as jazidas. No entanto, todas as esmeraldas possuem uma certa fragilidade em razão das fissuras internas, devendo-se tomar muito cuidado ao pressioná-las e esquentá-las. Em geral, são bem resistentes a substancias químicas normalmente encontradas em residências.

esmeralda-ficha-tecnica

Cor

Seu verde único é ocasionado pela presença de cromo, vanádio e ferro no mineral. Outros berilos esverdeados, que têm o vanádio como corante principal, não são considerados “esmeraldas verdadeiras” e apresentam um tom de verde-amarelado muito evidente.

A cor da esmeralda é bastante resistente ao calor, não se modificando até a temperatura média de 700ºC. A distribuição de cor é frequentemente irregular, sendo considerada ideal um verde profundo e levemente azulado. O verde puro e o verde vívido também são desejados, desde que não sejam escuros demais.

Claridade

Esmeraldas transparentes, sem inclusões, são raras e valiosas. Em geral, o mineral aparece turvado por inclusões como fluídos, bolhas de ar, fissuras cicatrizadas e outros cristais. Ao contrário da classificação dos diamantes, essas inclusões não são consideradas defeitos (desde que não sejam excessivamente importantes), mas uma prova de que a pedra é autêntica em relação às sintéticas ou imitações. Essas inclusões são chamadas de “Jardin” (jardim em francês) por lembrar um textura gramínea.

qualidade-esmeralda-classificação

Corte

A esmeralda é uma pedra de difícil corte. Ela possui algumas características que devem ser consideradas pelo lapidador para evitar redução do valor da gema. O primeiro e mais importante ponto é que as esmeraldas possuem muitas fissuras internas. O profissional deve escolher um corte que minimize os efeitos visuais das fissuras na pedra finalizada.

Outro fator importante é inerente às fissuras. Elas deixam as esmeraldas mais frágeis e vulneráveis à pressão, mudanças de temperatura e quedas. O corte correto pode proteger a pedra contra danos, proporcionando uma vida útil maior.

O terceiro ponto é que o corte pode afetar significativamente a cor da esmeralda. Ele deve maximizar e regular o tom da gema. O lapidador pode, por exemplo, escurecer um tom claro com um corte profundo e com menos facetas, ou clarear uma pedra escura com um corte raso e com facetas adicionais.

Assim como o diamante, a esmeralda aceita diversos tipos de formatos e lapidações. No entanto, a lapidação esmeralda (lapidação retangular em degraus) foi desenvolvida especialmente para a gema devido à sua sensibilidade a pancadas. Neste tipo de lapidação, os quatro ângulos agudos são cortados e facetados, de maneira que a gema fique menos vulneráveis às batidas.

A lapidação brilhante é aceitável apenas para pedras de qualidade clara e transparente. As muito turvas são utilizadas na forma bruta ou transformadas em cabochões.

Web

Peso

As esmeraldas aparecem na natureza em diversos tamanhos. Assim como os diamantes, o seu peso é medido em quilates (ct). No entanto, a esmeralda possui uma densidade relativa mais baixa que a do diamante. Dessa maneira, uma esmeralda de 1 quilate, por exemplo, será maior em tamanho do que um diamante de 1 quilate.

Assim como os diamantes, o valor da esmeralda sobe dramaticamente à medida que o tamanho da gema aumenta. Entretanto, esse não é o único fator que influência no preço da esmeralda. O preço do quilate aumenta de acordo com a raridade e qualidade da pedra.

Procurei muito em várias joalherias um anel que estivesse à altura do que minha futura noiva merecia. Consegui tudo isso com a Poésie. Não à toa minha noiva ouve com certa frequência e com muito orgulho: 'este é o anel mais bonito de todos que já vi'.

Kadu

Ver coleção de anéis

Compartilhe com um amigo