DiamantesJoias e Curiosidades

Diamantes feitos de cinzas de pessoas queridas

Por 27/05/2013 março 9th, 2017 3 Comentários

Você gostaria de transformar as cinzas de um ente de querido ou um fio de cabelo da pessoa amada em um diamante? Parece loucura, não é? No entanto, isso já é possível. A empresa Lifegem é capaz de produzir diamantes em laboratório a partir de qualquer fonte de carbono. Quem procura a empresa, geralmente, está em busca de algo que eternize o carinho por pessoas especiais, pois, afinal de contas, não há nada que simbolize o eterno tão bem quanto um diamante.

Mas como funciona o processo da Lifegem? O carbono dos fios de cabelos ou de cinzas sofre um processo que o transforma em grafite. O laboratório, então, consegue simular condições da natureza para transformar o grafite em diamante sintético. A processo completo leva de seis a nove meses, dependendo da cor do diamante escolhido. Por exemplo, um diamante azul, em média, é produzido em nove meses e um amarelo em seis meses.

diamantes-life-gem
foto: diamantes Lifegem

Muitos clientes da empresa usam os diamantes para tomar parte em anéis de noivado e outros para eternizar bichinhos de estimação, que também é uma demanda bastante comum. Veja o comentário de uma das clientes:

Quando eu ouvi sobre a Lifegem, eu me interessei imediatamente, pois queria fazer um diamante com as cinzas da minha gatinha, Princess Beanie. A empresa foi muito legal comigo e ajudou a superar a perda da minha melhor amiga.

É um processo interessante, não? No entanto, ele é cheio de controvérsias. Em primeiro lugar, algumas pessoas acham que transformar um pedaço de alguém em diamante algo estranho, mas isso é apenas uma questão de opinião.

O que chama a atenção é que a Lifegem é alvo de muitas críticas. Há profissionais que questionam os processos laboratoriais da empresa. Eles perguntam: será que a Lifegem é realmente capaz de fazer o que se propõe a fazer? Por exemplo, um lapidador experiente questionou em um fórum: como que a empresa garante que, no processo de lapidação dos diamantes (corte), o pedaço que contém a fonte de carbono oferecida pelo cliente não é jogada fora? Seria possível saber, em qual parte do diamantes está armazenada a fonte de carbono original? Outros perguntam se as cinzas de muitos clientes não se acumulam nas rodas de polimento de diamantes. Há ainda aqueles que acusam a empresa de vender diamantes pré-fabricados, que não contêm nenhum carbono oferecido pelos clientes, a lucros obscenos.

É um assunto bastante delicado que ainda parece não ter encontrado um desfecho. Por hora, muita gente encontra conforto e alegria no produto oferecido pela Lifegem e outros lutam para entender se o processo é realmente confiável. O que sabemos, entretanto, é que os diamantes Lifegem são caros: muito caros! Um pequeno diamante de 10 pontos custa cerca de US$2.500, ou seja, algo em torno de R$10.000,00 para aqueles que desejarem importar o produto, com todos os impostos e taxas. Vale ainda lembrar que diamantes sintéticos são muito mais baratos do que diamantes naturais, o que faz os diamantes da Lifegem serem mais caros ainda.

E você, o que acha dessa história toda?

Mais informações em Lifegem.com
Discussões sobre o processo laboratorial da Lifegem em Pricescope Discussion

Procurei muito em várias joalherias um anel que estivesse à altura do que minha futura noiva merecia. Consegui tudo isso com a Poésie. Não à toa minha noiva ouve com certa frequência e com muito orgulho: 'este é o anel mais bonito de todos que já vi'.

Kadu

Ver coleção de anéis

3 Comentários

  • polina disse:

    Ótimo! vou falar com meus golegas na sala de AULA, FIQUEI IMPRESIONADA

  • polina disse:

    OBRIGADA ME ENSINOU MAIS

  • Alessandra Cabrine disse:

    O Brasil já possui o primeiro laboratório que fabrica diamantes. Eu fiz o diamante de minha mãe lá. A empresa chama Diamond Legend. Eu acompanhei todo o processo e conheci o laboratório.
    O diamante foi feito todo aqui no Brasil, desde a separação do carbono e fabricação do diamante. Ficou lindo o colar que eu fiz das cinzas de minha falecida mãe.

Deixe uma resposta

Compartilhe com um amigo