Diamantes

Diamante negro: o que você precisa saber antes de comprar

Por 01/11/2018 Sem comentários

Único, cativante e de simbologia misteriosa, o diamante negro ganhou popularidade no universo das joias e aparece como uma alternativa ousada aos tradicionais diamantes incolores para anéis de noivado.

Que tal conhecer um pouco mais sobre essa pedra que é capaz de criar joias peculiares e fascinantes?

1. Uma breve história do diamante negro

Apreciados e conhecidos como “Fancy Black”, os diamante negros já foram desprezados no passado. De acordo com o livro “Diamante: o tratado descritivo” de J. R. Sutton de 1928, as opiniões sobre o diamante negro comum ser considerado uma pedra preciosa são divergentes.

diamante-negro-redondo-lapidado-gia

Diamante Negro Lapidado – Foto: GIA

Apesar de pouco valorizados no passado, existiram alguns diamantes negros famosos, como, por exemplo, o Diamante Black Orlov, com 67,50 quilates, que, no passado, pertenceu à família real russa. Também conhecido como “Olho de Brahma”, supostamente, o Black Orlov era na realidade um diamante de 195 quilates e que teria sido parte de uma estátua da divindade Brahma, em um templo na região de Pondichery, na Índia. Diz a lenda que ele foi roubado por um monge jesuíta por volta de 1800 e, por essa razão, seria amaldiçoado, já que a maior parte de seus proprietários teriam morrido por suicídio.

diamante-negro-black-orlov-olho-de-brahma

Diamante Negro Orlov – Foto: GIA

O que se sabe de fato é que esta pedra foi comprada pelo joalheiro Charles F. Winson e foi dividido em 3 pedras menores, a fim de livrá-lo da maldição. A pedra hoje conhecida como Black Orlov foi transformada em um broche com mais 107 diamantes e, posteriormente, em um colar, que foi comprado por Dennis Petimezas em 1995.

Um outro famoso diamante negro que chamou a atenção durante a década de 90 foi o Spirit of De Grisogno, com seus 312,24 quilates. Trata-se do maior diamante negro lapidado do mundo. Ele foi encontrado com 587 quilates, na África Central. Posteriormente, foi lapidado pela joalheria suíça De Grisogono, conhecida por ser especialista em diamantes negros. Hoje, o diamante está cravado em um anel confeccionado com ouro branco, ao lado de outros 702 diamantes.

the-spirit-of-de-grisogono-diamante-negro

Diamante Negro Spirit of de Grisogono – Foto: Gem Rock

De maneira geral, sempre existiu pouco interesse em diamantes negros até que, em meados do século XX, alguns designers começaram a inserir as pedras negras, juntamente com diamantes incolores, em peças para criar um contraste de cores.

Na última década, a beleza única diamantes negros começou a chamar a atenção de compradores no mercado de joias.

2. Quais as características de um diamante negro?

Muita gente questiona se os diamantes negros são “verdadeiros”. É possível encontrar uma grande variedade de cores de diamantes além dos famosos e tão desejados diamantes incolores. Assim como o diamante rosa ou amarelo, o diamante negro é, de fato, um diamante. Ou seja, é composto de carbono puro, assim como um diamante incolor.

No entanto, o diamante negro possui características únicas quando comparado a outros tipos de diamantes.

Cor

O diamante negro na realidade é um diamante com inúmeras inclusões e fraturas em seu interior. Por conta dessa característica, ele apresenta um tom escuro. Essas inclusões geralmente são composta de pequenas partes de grafita, pirita e hematita. Quanto maior a concentração dessas inclusões, mais escuro é o diamante.

A cor de um diamante negro pode variar sutilmente dentro de um espectro que vai um pouco além do preto. Um diamante negro natural e não tratado pode apresentar uma variação de cores que pode ir de um cinza quase translúcido até um verde-oliva ou marrom escuro.

diamante-negro-inclusoes-fissuras

Inclusões e fissuras no interior do diamante negro- Foto: IIJA

Peso

O diamante negro é um pouco mais denso do que diamante incolor. Isso significa que, se um diamante negro e um diamante incolor, de tamanhos e formatos idênticos, forem comparados, o diamante negro apresentará um peso em quilates maior do que o diamante incolor.

Claridade

O diamante negro, geralmente, apresenta inúmeras inclusões. Essa característica é responsável por produzir a cor negra no diamante. No entanto, existem alguns diamantes negros que apresentam uma concentração menor e irregular de inclusões, com uma superfície menos opaca. Por exibir um certo grau de transparência, é possível ver com clareza as características internas, como fraturas e inclusões desse tipo de diamante. Essa característica pode ser vista como algo bom ou ruim. Tudo dependerá do gosto pessoal.

diamante-negro-espelhado-transparente

Corte

Geralmente, diamantes negros recebem um corte mais simples, ou seja, com menos facetas, do que a maioria dos diamantes incolores recebe. Isso ocorre por causa de dois fatores.

O primeiro é que diamantes negros possuem muitos pontos de fraturas em seu interior, o que torna a lapidação um processo mais delicado e trabalhoso. Por ser um material denso e opaco, identificar os pontos de clivagem requer muita habilidade e perícia do lapidador. Portanto, quanto mais simplificado for o corte, menor o risco de prejuízos para o joalheiro.

O segundo fator é que por ser negro e opaco, esse tipo de diamante não exige um corte mais complexo, que potencialize o brilho da pedra, como um corte brilhante, por exemplo. Este tipo de corte não faz sentido em uma pedra que não permite a passagem da luz em seu interior.

Diamantes negros lapidados geralmente apresentam imperfeições e irregularidades em sua superfície por conta das inúmeras fraturas em seu interior. Embora essas características não sejam comuns em diamantes incolores, elas são completamente aceitáveis para diamantes negros.

Geralmente, um bom corte para diamantes negros faz com que a pedra apresente uma superfície lustrosa e espelhada, embora o interior permaneça opaco.

3. Tipos de diamante negros

Naturais

Esses diamantes adquirem um tom natural escuro durante o seu processo de formação. Esses diamantes apresentam muitas inclusões e fissuras, que costumam deixá-los mais opacos em relação a um diamante comum. Geralmente, um diamante negro natural possui uma beleza distinta, portanto, é mais raro em relação a outros diamantes negros presentes no mercado. Por essa razão, esta categoria costuma ter o preço por quilate mais elevado, entretanto, costumam ser mais acessíveis que um diamante incolor.

diamante-negro-natural-inclusoes-sem-tratamento-de-cor

É comum encontrar inúmeras fraturas, inclusões e marcas vísiceis na superfície de um diamante negro natural.Foto: John I. Koivula / GIA

Tratados

A maioria dos diamantes negros disponíveis no mercado de joias são submetidos a tratamento de cor. Na realidade, muitos desses diamantes apresentam, inicialmente, uma tonalidade acinzentada, marrom ou verde-oliva. Essas pedras são submetidas a um tratamento de alta temperatura e baixa pressão, que “grafitizam” as fraturas, transformando-as em negras. A irradiação artificial de diamantes incolores também pode produzir um verde tão escuro que o diamante parece preto.

diamante-negro-tratado-cor

Tipicamente, diamantes negros irradiados artificialmente revelam uma coloração verde escura quando examinados com iluminação intensa. Foto: Robert E. Kane / GIA

Carbonado

Muita gente acredita que carbonado e diamante negro sejam sinônimos. No entanto, embora um carbonado seja de fato um tipo de diamante, ele dificilmente será utilizado como gema em joias. Na realidade, o carbonado é um agrupamento de diversos diamantes que forma uma rocha porosa, vítrea, semelhante a um vidro derretido.

diamante-carbonado

Carbonados – Foto: Stephen E. Haggerty / GIA

Descoberto no Brasil em 1841, foi batizado como carbonado pela aparência semelhante ao do carvão. A origem do carbonado é incerta. A maioria dos diamantes é encontrada em estruturas chamadas kimberlitos. Já os carbonados são encontrados exclusivamente em depósitos aluviais no Brasil e na República Centro-Africana. Existem diversas teorias sobre a formação deste tipo de diamante de estrutura tão peculiar e uma delas é que ele viria do espaço por meio de um asteroide ou até mesmo resultado de uma explosão de uma supernova.

4. Determinando o valor de um diamante negro

Diamantes negros contam com uma vantagem em relação aos diamantes tradicionais: eles costumam ser mais baratos que diamantes de outras tonalidades.

Diamantes incolores geralmente são classificados de acordo com o método GIA dos 4 C’s, utilizando os quatro critérios: Color – Cor, Carat – Peso, Clarity – Clareza e Cut – Corte. E essa classificação é responsável por determinar o valor de um diamante incolor.

No entanto, não é possível classificar diamantes negros utilizando os mesmos critérios, afinal, são opacos e, na maioria dos casos, possuem muitas inclusões. Portanto, não podem ser classificados na escala de clareza do GIA utilizada em outros diamantes. Como são negros, não existe uma extensa variação de cor e, consequentemente, não há uma classificação de tonalidades como nos casos de diamantes incolores, rosas e amarelos. Dessa maneira, o GIA não emite relatórios de classificação para diamantes negros. Este tipo de diamante é classificado apenas como natural ou tratado.

Geralmente, diamantes negros naturais possuem um preço por quilate maior em relação aos diamantes que recebem tratamento de cor.

5. Cuidados com diamantes negros

Diamantes negros demandam os mesmos cuidados de um diamante incolor. No entanto, por possuir mais fraturas e inclusões em seu interior em relação a outros tipos de diamante, ele pede atenção redobrada em seu uso. Embora todo diamante seja valorizado por sua dureza superior, essas múltiplas fraturas e inclusões, responsáveis pela beleza do diamante negro, fazem com que ele seja mais vulnerável.

Uma das recomendações importantes evitar danos a sua peça de diamante negro é mantê-la longe de fontes de calor excessivo e do vapor. Além disso, limpeza por ultrassom também não é recomendada para este tipo de pedra.

6. Anéis de Noivado com diamante negro

Na última cena do filme Sex and the City 2, Mr. Big entrega à personagem principal, Carrie Brandshaw, um anel de noivado com um diamante negro de 5 quilates. Mas por que um diamante negro? Ele disse a ela:

” Porque você não é como o resto do mundo”.

Sem dúvida, um anel de noivado com um diamante negro possui uma beleza peculiar e carrega um forte simbolismo. Se você buscou em todas as partes, mas não encontrou nenhuma joia que a representasse o quão especial ela é, talvez este seja o caminho perfeito para surpreendê-la.

anel-de-noivado-afterlife-caveira-diamante-negro-ouro-branco-18k-mao-modelo

Anel de Noivado Afterlife I

afterlife-ouro-branco-caveira-anel-de-noivado-de-diamante-negro

Anel de Noivado Afterlife I

anel-de-noivado-afterlife-caveira-diamante-negro-ouro-amarelo-18k

Anel de Noivado Afterlife II

anel-de-noivado-afterlife-caveira-diamante-negro-ouro-branco-18k

Anel de Noivado Afterlife I

anel-de-noivado-dark-moon-lua-diamante-negro-ouro-amarelo-18k

Anel de Noivado Dark Moon II

anel-de-noivado-dark-moon-lua-diamante-negro-ouro-branco-18k

Anel de Noivado Dark Moon I

Procurei muito em várias joalherias um anel que estivesse à altura do que minha futura noiva merecia. Consegui tudo isso com a Poésie. Não à toa minha noiva ouve com certa frequência e com muito orgulho: 'este é o anel mais bonito de todos que já vi'.

Kadu

Ver coleção de anéis

Deixe uma resposta

Compartilhe com um amigo